Roberto Rodrigues de Menezes.

Roberto Rodrigues de Menezes



terça-feira, 5 de julho de 2011

Os infernais tártaros.(Gengis Khan parte II).

Exércitos derrotados e cidades em ruínas. Notícias vindas da longínqua Rússia para a Europa central no ano de 1237. Um povo guerreiro estava destruindo o que via pela frente. Depois de tomar Moscou esta gente chegava à Hungria e Polônia, levando tudo de roldão. Em seguida devastaram os países do leste europeu. Mas de repente, como tinham surgido, eles subiram os montes Urais e se retiraram, deixando a Europa em paz. Os guerreiros de várias tribos voltavam à sua Mongólia e os europeus os chamaram genericamente tártaros, ou infernais, pois em grego uma palavra parecida (tartar) significava inferno. Uma das tribos mongólicas tinha o nome tata, daí a derivação. Retornavam às estepes geladas e áridas, onde pouco se podia produzir. Por isso a necessidade periódica de incursões contra vizinhos mais prósperos e menos belicosos. 
Como bons mongóis, os tártaros não costumavam permanecer muito tempo no mesmo lugar. Povo nômade, tinham como casas tendas de tecido rústico com armação de madeira. Para viajar era só desmontá-la. O couro era usado nos calçados e roupas. Suas selas eram as melhores e possuíam especial apreço pelos seus cavalos, robustos, fortes, que suportavam até dez dias sem água. 
Os homens tinham olhos estreitos e eram de baixa estatura, mas fortes e atarracados. O que faltava em altura lhes sobrava em energia. Curtidos pelo clima rigoroso, eram cavaleiros agilíssimos. Tinham resistência, perícia e principalmente ferocidade. Era difícil a qualquer inimigo lhes fazer frente.
 *************************************
No século 13, sob o comando de Gengis Khan, os povos mongólicos conquistaram o maior de todos os impérios que a História registra. Sua imensa área abrangia desde a costa oriental do oceano Pacífico até a região do Mar Negro, como se vê acima.
*******************************
Os tártaros ocuparam Moscou, Kiev, Geórgia, Armênia, Bulgária, Ucrânia, Polônia Morávia, Hungria e Croácia. Batu Khan, o maior general depois de Gengis, não poupava despesas com a tropa. As tendas dos chefes eram bordadas a ouro, tanto que os europeus os cognominaram "Horda de ouro". Durante mais de duzentos anos exerceram poderosa influência na Rússia.
O sucessor de Ogodai foi Kublai Khan, neto do "Guerreiro Perfeito". Estudara com os chineses e os admirava pela sabedoria e ciência. Resolveu viver à maneira chinesa, deixando as tendas e morando em cidades. Seu império de 35 anos teve paz e prosperidade, com a diminuição da tradicional hostilidade entre chineses e mongóis.
O último dos grandes conquistadores tártaros, depois do Kublai, foi Tarmelão. Alegando ser sucessor de Gengis, tentou devolver os mongóis às guerras e às planícies. Chegou a comandar a Horda de Ouro em 1395. Mas, numa incursão à Índia, onde os tártaros fizeram uma pilhagem nunca esquecida pelos hindus, morreu no retorno, às vésperas dos setenta anos. Os mongóis, também chamados tártaros, foram então, ao longo do tempo, deixando de lado suas tradições guerreiras e permaneceram em sua terra. Hoje seus descendentes habitam a Mongólia, parte da Rússia e China.     
***********************************
(Pesquisa: Enciclopédia Conhecer Tomo II).
***********************************
RÁPIDAS:
Leitor me pergunta por e-mail porque parabenizei os EUA ontem, 04 de julho. Nada a ver, diz ele. Não esquenta, brother. É só para irritar um pouco os petistas que me leem.
*******************************************
Hospital Santa Catarina, de Blumenau. Meu neto Augusto nasceu ali. Fiquei impressionado com a limpeza, quase luxo, instalações modernas e adequadas, funcionários gabaritados, atendentes muito bem vestidos, médicos e enfermeiros competentes. Todos muito educados. Parabéns à direção, corpo clínico e funcionários. Como seria bom que todos os hospitais públicos do Brasil fossem assim. Será impossível, com tanto dinheiro de imposto?
No entanto, nos hospitais públicos os funcionários, enfermeiros e médicos possuem a mesma qualidade, mas faltam-lhes meios e apoio para bem trabalhar, e tal é culpa da Hidra. Soube bem disso quando minha sogra foi internada no Hospital Regional de São José.
***********************************
Agradeço ao meu já amigo lagunense Márcio Rodrigues pelos votos felizes com relação aos meus quarenta anos de namoro com Sílvia e nascimento do meu neto Augusto.
***********************************

2 comentários:

  1. Esse hospital que vc se refere,é hospital municipal, estadual ou federal. Pergunto pq as pessoas trata a saúde comose todos os hospitais fosse responsabilidade do governo federal, assim como a educação. não sabem que escola de ensino fudamental é responsabilidade dos municípios, as de 2º grau responsabilidade dos estados e ensino superior respombilidade do governo federal. Não conseguem entender porq tem hospital que é tão bom e outros que falta tudo, é porque os estados e municípios tem administração boas e más.

    ResponderExcluir